• Futebol em Rede

Dolorosa lição


Dolorosa lição para o Corinthians. O time foi eliminado na Copa Sul Americana por falta de empenho e erros em Itaquera. Mais digno de nota, no empate 2 a 2 com o Independiente Del Valle no Equador, pelo menos a coragem de mexer no time apareceu. Fabio Carille ( Foto – Daniel Augusto Jr. ) tentou algo e deve ter aprendido algumas lições.


Primeiro de tudo, Ralf joga mais do que Gabriel. No Equador, Ralf provou que a camisa de titular é dele. Carille sacou os titulares Clayson e Junior Urso. Tentou dois atacantes, Boselli e Vagner Love. Voltou com Sornoza na armação. O Corinthians reagiu. Chegou a estar na frente duas vezes, mas perdeu nas falhas de cobertura das laterais. Ficou a impressão de que, a derrota em Itaquera comprometeu a equipe.


Acima de tudo, o Corinthians não pode entrar num jogo decisivo sem pegada. Além disso, Carille deixou claro que ainda não encontrou uma formação segura. Insistiu com Gabriel. No jogo final sacou Urso por Ramiro. Mudou o ataque. Porque, estava claro que a equipe não rendia. Foi uma aposta desesperada. Deu até bons sinais. Porém, deixou claro que nessa altura da temporada, o Corinthians ainda não está definido.