• Futebol em Rede

Cruzeiro cabuloso


Cruzeiro cabuloso não no sentido informal, sinistro e diferente. Cabuloso de causar medo ou no sentido de causar aborrecimentos. O Cruzeiro faz justiça ao apelido. Em meio à pandemia, uma crise financeira impagável e uma crise política indescritível. Tudo de uma única vez e sem freios. Só no mês de maio terá que pagar 26 milhões de reais para a FIFA e terá que realizar uma eleição, para um mandato tampão até o final do ano.


Para ilustrar a situação financeira, o Cruzeiro terá que pagar junto à FIFA, até o final do ano, 81 milhões de reais de dívidas, sem direito a recorrer ou parcelamentos. Dívidas de negociações com outros clubes e com o agravante, risco de sofrer sansões esportivas graves. Isso sem contar salários atrasados, atividades paralisadas e sem arrecadação. Li as declarações do presidente em exercício do clube, Jose Dalai Rocha, afirmando que o clube tem obrigação moral de quitar os primeiros 26 milhões de reais, antes do presidente tampão assumir. É quase um delírio.


O fundo do poço caminha ao lado da apuração de crimes contra o clube. Investigação que está sendo feita pela empresa Kroll e polícias civil, federal e Ministério Público. Além das negociações de jogadores, uso de cartão corporativo, benefícios indevidos à conselheiros e até 8 milhões de reais em ingressos cortesia. Tudo feito de uma forma desastrosa. Os escândalos são enormes, o time rebaixado no Brasileiro e sem dinheiro para sequer montar elenco com chances de retornar à divisão de elite nacional.


Durante essa crise existe a necessidade de eleições. O estatuto prevê um mandato tampão e novas eleições em outubro para o triênio seguinte. Detalhe, uma eleição em meio à pandemia e quarentena. Duas chapas foram inscritas e quatrocentos conselheiros terão que votar em 21 de maio. A eleição depende das autoridades de saúde do município e nem poderão ter ajuda de urnas eletrônicas. Terá que acontecer na raça e com uma série de ações para evitar aglomeração e risco de contágio.


O coitado que for eleito, tem como desafio, evitar punições da FIFA. Terá que gastar uma fortuna com ajuda de alguém ou com empréstimos bancários, afundando ainda mais no buraco. Além do desastre financeiro, terá que montar um time e disputar a serie B com obrigação de conseguir o acesso. Desafio mais cabuloso, impossível !!!!!