• Futebol Alternativo

Conheça o Binacional. O que esperar do campeão Peruano na Libertadores?

Um dos times mais geniais da edição 2020 da Copa Libertadores de America sem dúvidas é o Club Deportivo Binacional FC, ou simplesmente Binacional.


Atual Campeão peruano o Binacional é um clube bastante recente. Sua fundação aconteceu em 2010, na cidade de Desaguadero, que fica próxima à fronteira entre Peru e Bolívia, daí vem o nome do clube. A equipe não teve sorte no sorteio dos grupos e terá pela frente três Campeões do torneio. River Plate, LDU e São Paulo.


O " El Poderoso del Sul " tem a seu favor além dos quase 4000 metros de altitude, um apoio financeiro muito forte da Prefeitura local que montou o elenco que surpreendeu o Peru ao vencer o Alianza Lima no Campeonato Peruano. Antes do confronto, o elenco precisou lidar com uma tragédia. Referência na criação do time, o meia Juan Pablo Vergara sofreu um acidente fatal no início de dezembro. Capotou com seu carro, em incidente que ainda feriu outros dois jogadores dentro do veículo. Apesar do luto, os celestes preferiram não adiar a final. Durante a comemoração do título, a esposa de Vergara esteve em campo junto com o bebê do casal. Além disso, os outros filhos do falecido jogador entraram em campo carregando a taça. Garantiram momentos de imensa emoção em meio aos festejos.


Para 2020, No comando técnico, não conseguiram acertar a renovação com Roberto Mosquera, e, assim, contrataram César Vigevani, ex comandante do Bolívar, para o seu lugar. César foi contratado juntamente com a comissão que fazia parte dos seus trabalhos no clube boliviano. Por outro lado, o Binacional priorizou a renovação de contrato de seus principais jogadores, fazendo apenas contratações pontuais no mercado. Destaque para Raúl Fernández que foi contratado para ser o goleiro titular do time, vindo do César Vallejo, Nery Bareiro, zagueiro paraguaio que veio do San Lorenzo e, por fim, Pablo Labrin, meio-campista emprestado pelo Melgar.


O principal nome do time é o ponta esquerda Andy Polar, que após o título nacional chegou até a receber sondagens do Vasco. É um jogador de velocidade, habilidade e movimentação, que costuma recuar bastante para ajudar na armação do time. Faz poucos gols, mas é um jogador de assistências.


Nesta temporada 2020, o Binacional tem três vitórias, um empate e uma derrota.


Assim chega o Binacional, motivado por uma tragédia e no principal ano de sua história. Num grupo difícil com oito títulos de libertadores, a classificação parece ser missão difícil, mas também não será o fiel da balança como muitos que olham apenas a camisa do clube imaginam.