• Futebol Alternativo

COMEÇOU A SÉRIE D

Domingo, dia 06, finalmente rolou a bola nos gramados da Série D do campeonato Brasileiro. A nossa Querida 4ª Divisão Nacional. O Campeonato onde o filho chora e a mãe não vê.


O Campeonato começou com a fase preliminar que irá definir os quatro últimos clubes da fase de grupos. Quatro confrontos e logo de cara já tem time tradicional na disputa.


Confira os Resultados :

Ji-Paraná 2x1 Nacional-AM

Baré 3x0 Ypiranga-AP

Real Noroeste 3x1 Aquidauanense

Tocantinópolis 1x0 Brasiliense


JI-PARANÁ 2 X 1 NACIONAL

O que esperar do duelo entre Watchmen x Jack Chan. Óbvio que no cinema esse embate provavelmente nunca irá acontecer, mas aconteceu na série D com seu Q de alternatividade todo especial. Do lado do Jipa Watthimen, artilheiro do rondoniense e destaque do time, do lado do leão o experiente Jackie Chan também atacante com faro de gol.


Os dois não decepcionaram e marcaram cada um os gols de sua equipe. Watthimen fez os dois gols do galo da Br e chan descontou para o naça. Para o segundo jogo o Ji Paraná joga por um empate simples para se classificar.

BARÉ 3 x 0 YPIRANGA

Tudo estava contra o Baré. Horas antes da partida cinco jogadores do elenco foram diagnosticados com coronavírus, entre eles um dos principais jogadores do time o meia cacau.


Acontece que o Baré tem em seu banco um mito chamado Aderbal Lana que reorganizou o time e derrotou sem dificuldades o Ypiranga. O treinador de 73 anos é o grande nome do colorado para a série D e por enquanto cumpre bem o objetivo de elevar o status do futebol Roraimense.


No jogo de hoje, os gols do Baré foram marcados primeiro por Lucas Fabrício, logo aos 5 minutos de jogo. O segundo foi marcado pelo zagueiro Gilliard, que como uma nuvem que passa anotou seu gol aos 27 minutos. Lucas Fabrício marcou o terceiro.


O Ypiranga está em situação crítica, se quiser passar para fase de grupos da série D tem que vencer por 4 x 0 a partida de volta, no estádio Zerão em Macapá.

REAL NOROESTE 3 x 1 AQUIDAUANENSE

Em Águia Branca, o Real fez bem a lição de casa e bateu o time sul mato-grossense por 3x1, mas a dificuldade que os visitantes deram para o dono da casa fez nascer aquela bela pulga atrás da orelha do torcedor capixaba.


De um lado o Aquidauanense, que sofreu muito na pandemia. O azulão quase abandonou a série D e foi para o Espírito santo com uma equipe formada em sua maioria por juniores que treinaram apenas 15 dias juntos. Do outro o Real que ficou mais de 170 dias apenas treinando, já que foi o único clube do país que não parou seus trabalhos durante a pandemia e mesmo assim o time sul mato-grossense dominou a partida e perdeu por dois motivos: por que faltou preparo físico e cansou e porque marcou dois gols contra que favoreceu o adversário. O jogo terminou com a sensação de que cabia mais para o Real Noroeste, mas que também quando os dois times estavam inteiros o azulão foi melhor.


O segundo e decisivo jogo acontece no próximo domingo, no estádio Noroeste, em Aquidauana, no Mato Grosso do Sul.


TOCANTINÓPOLIS 1 X 0 BRASILIENSE

Fernando Henrique, Radamés, Zé Love, Douglas, Edno... O Brasiliense e sua seleção de jogadores veteranos conhecidos do grande público foi até Tocantins com status de favorito, mas volta para o Distrito Federal com uma derrota na Bagagem.


O Jacaré até foi melhor em campo e dominou a partida, mas não conseguiu transformar as chances que tem em gol. O único gol do jogo foi marcado por Elifran aos 48 minutos do primeiro tempo.


Com esse resultado o TEC joga por um empate no duelo da volta, no próximo domingo no estádio Mané Garrincha. Será que teremos uma zebra e o Brasiliense com seu exército de jogadores agora vai cairá já na pré série D ?