• Futebol Alternativo

Chantagem do Noroeste com a FPF não vai adiantar nada

O peso da quarentena provocada pela pandemia de coronavírus, somado com inexistência de receita e o não retorno do Campeonato Paulista, traz sequelas na subsistência dos clubes da Série A3. Para o Noroeste de Bauru, líder isolado da divisão, dono da melhor campanha, único classificado e com o maior público, não é diferente.


Na última Quarta Feira, o clube anunciou oficialmente o encerramento de suas atividades, fechando a sede por tempo indeterminado. Todos os 51 profissionais do clube terão seus contratos encerrados ou não renovados. Além disso, o Noroeste ainda informou que as redes sociais não serão alimentadas até que o clube volte a ter receita para recontratar os funcionários.


– "O Paulista 2020 acabou. O Noroeste reabrirá em dezembro para a pré-temporada da Série A2 de 2021. Aguardamos a oficialização do acesso para recontratar os profissionais da comissão técnica e jogadores. Contamos com o bom senso e definição da Federação. Não é a decisão que gostaríamos, mas não há outra decisão a ser tomada senão esta" – disse o presidente Rodrigo Gomes à imprensa de Bauru.


A atitude drástica do tradicional clube de Bauru praticamente coloca uma arma na cabeça da FPF, pois cobra da entidade um acesso na base da virada de mesa, cobra atitude para definir o que vai acontecer com as divisões de acesso do estado. Muita água vai passar por debaixo dessa ponte e realmente penso que a chantagem do Noroeste não vai funcionar. A federação Paulista já avisou que todos os campeonatos serão definidos no campo. Noroeste tá se achando de mais e forçando uma barra que não vai quebrar.


Pior, o buraco é mais embaixo. O regulamento diz que o clube que desiste de um campeonato em andamento é punido com rebaixamento, disputando a divisão inferior no ano seguinte. Ou Seja, estão sonhando com a série A2 e podem acabar na Quarta divisão em 2021.


Diretoria do Noroeste tem que entender que a prioridade da FPF é série A1 e que infelizmente poucos lá se importam com o que vai acontecer com série A2 e A3. Mesmo sendo um clube tradicional do nosso estado é muita autoestima achar que vai conseguir com chantagem e ameaças o acesso. Vamos esperar as cenas do próximo capítulo e ver se a FPF terá coragem de cumprir o que o regulamento diz.