• Futebol Alternativo

Cansei de defender time que não ajuda...

Caro Leitor.

O texto que você lerá a seguir terá um pouco de tudo. Informação, desabafo, revolta, opinião, mas acima de tudo um relato de fã de futebol alternativo que está de saco cheio.


Com certeza os amigos já leram o texto publicado hoje no globo esporte sobre o "recorde" que o Atlético Mogi irá bater na Segundona Paulista. Para os mais desavisados o time do alto tietê, não vence uma partida desde 17 de junho de 2017, há 1.819 dias e provavelmente irá bater a histórica marca do Íbis de mais partidas seguidas sem vitória na história do futebol Brasileiro. Independente da qualidade jornalística da reportagem e a minha intenção aqui não é criticar o colega jornalista que escreveu, muita gente nas redes sociais e pessoas ligadas ao Atlético Mogi reclamaram do texto insinuando que desmerece o clube , brinca e faz piada com a história do dele.

No final do mês passado completei 15 anos de Futebol Alternativo TV e todo mundo que acompanha o programa sabe o quanto defendo com veemência todos esses clubes, sempre critico reportagens engraçadinhas que pintam a rodo na grande mídia sobre os times alternativos. A grande Questão é: o que o Atlético Mogi faz para sair dessa situação ?? Entra ano e sai ano e o time está caindo aos pedaços, sem patrocínio e investidor. É só mais um clube que apenas existe. Se mantem no Campeonato Preenchendo espaço sem almejar nada. Sempre um clube complicado de obter informações e fechado para a imprensa que está interessada em fazer uma boa cobertura. Será que esse time sem aspiração a nada merece defesa ?? Um time que até acusado de maus tratos aos jogadores já foi. Será que merece defesa ??


Melhor do que defender time assim é tentar entender como ele chegou a essa situação. E aí entra a parte informativa deste texto.

O Atlético Mogi é o time mais novo da cidade de Mogi das Cruzes e entrou no profissionalismo em 2004 aproveitando a marola do Surgimento de Neymar, que, apesar de mogiano, foi revelado pelo Santos e vendido a preço de ouro para o Barcelona, da Espanha. A transação chamou a atenção de um grupo de jovens empresários que decidiram criar o time na mesma cidade para quem sabe o raio cair no mesmo lugar.


Entretanto, o Raio não Caiu. A equipe não alcançou o êxito sonhado e não conseguiu revelar promessas ao futebol. A desilusão, talvez, seja um dos motivos do abandono do clube. Este texto do GE publicado no ano passado mostra bem a atual situação do clube que sofre também com a falta de interesse e investidores em sua cidade de Origem. Mogi está colada a cidade de São Paulo e a proximidade faz com que a população e a imprensa se dedique mais aos clubes da capital do que aos dois da cidade. A diferença é que no União Mogi a gente percebe a movimentação e a vontade de crescer. No Atlético não. Sinto pelos atletas que apostam seu sonho jogando numa equipe sem a mínima estrutura, estes sim merecem ser defendidos e aplaudidos pelo esforço em campo mesmo nos placares adversos, se dedicando, sem corpo mole e dando o melhor nas partidas. Quem não pode ser defendido são os dirigentes que provavelmente esperam o surgimento de um garoto bom de bola para vender e botar dinheiro no bolso. Portanto não adianta defender clube que não se ajuda. Vou entrar sim na brincadeira do Atlético ser o novo "pior time do mundo" por mais que os diretores do clube não curtam. Vou defender os jogadores que merecem e precisam jogar numa estrutura minimamente digna. Só não vou defender time que parece não entrar para vencer, que está no campeonato apenas por estar. Não adianta ajudar quem não se ajuda !!