top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

CAMPEÃO LEGÍTIMO E A FAKE NEWS



O autor da FAKE NEWS foi o conselheiro do Palmeiras, matemático e fugitivo, Marco Polo Del Nero. Enquanto presidente da CBF e antes de ser banido do futebol, o esperto dirigente resolveu transformar seu clube de coração no maior vencedor do futebol brasileiro. Verdade que ele acabou “beneficiando” outros clubes, mas ao misturar competições anteriores ao Campeonato Brasileiro, ele chamou de Josés, todos os Pedros e Robertos do berçário. Sem ser presidente do Palmeiras, conquistou quatro títulos nacionais de uma vez e entrou para a história.


A instituição Palmeiras é forte, vencedora e não precisa de uma canetada para impor supremacia diante dos seus adversários. Pela competência pode chegar a tal supremacia, uma questão de tempo. Ao longo da história do clube são muitos os títulos de fazer inveja a muita gente. Não é preciso afirmar, que num cesto existem doze bananas, quando na verdade são nove bananas, duas maçãs e uma pera. João é João. Pedro é Pedro. Banana é banana e assim por diante.


Dizer que Taça Brasil e Robertão equivale a Campeonato Brasileiro é no mínimo injusto. Fosse essa a lógica, tudo que vem antes e depois deveriam ser as mesmas coisas. Por que não contar os dois títulos Brasileiros da Série B (2003/2013) ? Soma também as quatro Copas do Brasil (98/2012.2015 e 2020). Seriam 17 títulos nacionais, pronto.


A grandeza do Palmeiras não permite essa postura. Não há necessidade de impor meias verdades. A Copa Rio de 1951 tem jeito de Mundial, cheiro de Mundial, foi comemorada como Mundial, mas na realidade, antecede a qualquer protótipo de um Mundial de Clubes. O Palmeiras é vencedor por natureza, não precisa de FAKE NEWS para provar seu valor. Muito menos de uma canetada de um dirigente que ficou marcado no futebol pela expulsão do esporte.



Comments


bottom of page