• Futebol em Rede

Bola contaminada. Álcool em gel nela

Bola contaminada. Álcool em gel nela. Aí já é demais. Você é que pensa. Segundo o jornal "Corriere de La Sera", profissionais da saúde da Federação dos Médicos do Esporte, da Itália, afirmam que a bola também causa transmissão do Coronavírus. Os clubes italianos pensam em voltar aos treinos físicos, mas se depender desses profissionais o contato com a bola está fora de questão. Você já viu futebol sem bola?



Foi a primeira vez que ouvi isso, mas tem sua ciência. Se o vírus consegue sobreviver por horas, ou dias, em determinados produtos, também pode acontecer no couro, ou coisa que o valha, da bola.



Entre outras coisas quando o futebol voltar, e se voltar ainda em meio a Pandemia, tem que saber da procedência da bola. Como ela foi confeccionada, por quem foi confeccionada, em que região isso aconteceu, quem a transportou e quem a levou para o campo. É um cuidado total. Terão que higieniza-la também com produtos repelentes ao vírus. Aqui no Brasil pode ser água e sabão, que é coisa de pobre para alguns, ou então para os que podem comprar o caro álcool em gel.



Ou será que a bola terá que ser usada com luvas também? Mas terão que higienizar a bola a cada fim de uma jogada. Nessa o goleiro já está protegido. É, mas se a bola estiver contaminada, o vírus pode ficar preso também nas suas luvas, que também terão que ser higienizadas. Mas se a bola pode se contaminar então todo o uniforme e chuteiras também. Até o apito do árbitro.



Portanto, gente. Ninguém está a salvo desse maldito inimigo invisível tão atuante. Os jogadores além dos adversários jogarão contra o Covid-19. Diante disso, acho melhor esperar um pouco para depois voltar a jogar futebol nessa terra. O jogo da Vida é mais importante e salve-se quem puder. Vai um álquinho aí?