• Futebol em Rede

Boa estreia debaixo d’agua do Cruzeiro

O Cruzeiro não deve ter problemas na fase de grupos da Libertadores. Já na estreia venceu o Huracan, 1 a zero, em Buenos Aires, num jogo atípico. Um temporal marcou a partida e obrigou o time brasileiro a mudar o estilo de jogo. Rodriguinho ( Foto – esporte.uol.com.br ) fez o gol da vitória e era o desafogo da equipe até ser substituído no segundo tempo. O adversário pressionou e a defesa azul deu conta do recado. A chuva não conseguiu equilibrar o jogo. O Cruzeiro é melhor do que o adversário. Mano Menezes errou nas mudanças. Fez o time se encolher e deu espaço para a pressão argentina. O treinador chegou a colocar três zagueiros para conter o Huracan. O certo era seguir com a opção de contra-ataque e não chamar o adversário para seu campo de defesa. Já no final do jogo, Mano Menezes foi expulso por reclamação. O grande problema que o Cruzeiro leva da estreia é o excessivo número de cartões amarelos. Foram seis, principalmente no setor defensivo. O campo pesado e as bolas divididas colaboraram para tantos cartões. O time terá que administrar a situação para não perder jogadores em jogos importantes. O principal rival no grupo parece ser o Emelec. Serão dois confrontos seguidos. Primeiro fora de casa e depois no Mineirão. Basta não fazer besteira e a classificação chegará rápido.

#cruzeiro