• Futebol em Rede

APAGÃO OU INTIMIDAÇÃO


O Santos frustrou seu torcedor diante do Olimpia na Vila Belmiro. O empate sem gols na Libertadores deixou dúvidas sobre o potencial da equipe na competição. Cuca terá que decifrar o mistério. Foi uma noite ruim, sem inspiração ou a intimidação do adversário fez efeito? A única certeza, o goleiro João Paulo ( Foto – Divulgação ) passou no teste mais uma vez. Seguro, foi o único que manteve regularidade no time.


Não acho que o time teve ima noite pouco inspirada. Raniel chamou a atenção no ataque. Fora do ritmo do time e de jogo. Sanchez continua rendendo abaixo do normal. Madson rende mais do que Pará na lateral e Marinho foi bem, mas não fez gol. O que me chamou a atenção foi a postura do Olimpia. O time paraguaio veio para intimidar, jogar duro e não deixar espaço para Marinho fazer graça.


Verdade que o Olimpia teve um expulso, deveria ser dois, por coincidência os dois que tentaram parar Marinho. Apesar de jogar duro, entrar forte nas divididas, não foi violento, melhor, maldoso. Porém, o Santos sentiu e perdeu concentração na partida. Deixou a impressão que não esperava essa reação do adversário. Esqueceu que é a Libertadores. Por enquanto, o motivo de otimismo é o goleiro. João Paulo é melhor do que Vladimir e até do que Everson. O destino ajudou o garoto e o Santos nessa confusa troca de goleiros.