top of page
  • Foto do escritorFutebol em Rede

Alemanha conquista o inédito título da FIBA World Cup 2023

E o título se deu com 100% de aproveitamento

A Alemanha sagrou-se campeã inédita da FIBA World Cup 2023 ao derrotar a Sérvia, neste domingo (10 de setembro), por 83 a 77 (47 a 47 no primeiro tempo), em jogo final agradável e bastante movimentado, realizado na Ásia Arena, em Manila, capital das Filipinas. E o título se deu com 100% de aproveitamento.

E foi uma grande partida, com as duas nações demonstrando porque chegaram, com méritos, à decisão, jogando com intensidade, variações no ataque e na defesa, além de boas estratégias e com o individualismo aparecendo com destaque em prol do coletivo no momento certo. Com esse panorama no primeiro tempo cada equipe comandou um período. Desta forma, deu empate nos primeiros 20 minutos – 23 a 26 (primeiro quarto) e 24 a 21 (segundo quarto).

Na volta do intervalo, a Alemanha viveu seu grande momento na partida, levando vantagem sobre a Sérvia nos dois lados da quadra, especialmente na defesa, conseguindo o comando do marcador com a abertura de uma boa vantagem. A equipe sérvia partiu com tudo para a recuperação no período final, baixou a vantagem e chegou a assustar, mas o conjunto alemão teve a frieza necessária para manter o comando do placar e vencer a decisão – 22 a 10 (terceiro quarto) e 14 a 20 (quarto final).

Os maiores pontuadores foram Dennis Schroder (28 pontos) e Dennis Schroder (19 pontos e 07 rebotes), pela Alemanha; Aleksa Avramovic (21 pontos) e Bogdan Bogdanovic (17 pontos, 03 rebotes e 05 assistências), em favor da Sérvia.

O grande comandante do time alemão, Dennis Schroder foi eleito o TISSOT Most Valuable Player, ou seja, o Jogador Mais Valioso da competição. O quinteto ideal da FIBA World Cup 2023 contou também com Shai Gilgeous-Alexander (Canadá), Anthony Edwards (Estados Unidos), Bogdan Bogdanovi (Sérvia) e Luka Doncic (Eslovênia). Já o ‘segundo quinteto’ ficou assim constituído: Arturs Zagars (Letônia), Simone Fontecchio (Itália), Jonas Valanciunas (Lituânia), Nikola Milutinov (Sérvia) e Franz Wagner (Alemanha).

O melhor jogador defensivo foi Dillon Brooks (Canadá). E o melhor técnico foi Luca Banchi (Letônia). O jovem Josh Giddey (Austrália) ficou com nomeação de principal jogador em crescimento (Wanda Rising Star Award).

Na definição do terceiro lugar, o Canadá passou pelos Estados Unidos, por 127 a 118, no tempo extra.

A classificação final da FIBA World Cup 2023: 1º) Alemanha, 2º) Sérvia, 3º) Canadá, 4º) Estados Unidos, 5º) Letônia, 6º) Lituânia, 7º) Eslovênia, 8º) Itália, 9º) Espanha, 10º) Austrália, 11º) Montenegro, 12º) Porto Rico, 13º) Brasil, 14º) República Dominicana, 15º) Grécia, 16º) Geórgia, 17º) Sudão do Sul, 18º) França, 19º) Japão, 20º) Egito, 21º) Finlândia, 22º) Nova Zelândia, 23º) Líbano, 24º) Filipinas, 25º) México, 26º) Angola, 27º) Costa do Marfim, 28º) Cabo Verde, 29º) China, 30º) Venezuela, 31º) Irã e 32º) Jordânia

A próxima edição da FIBA World Cup será realizada no Qatar, em 2027.

Foto: FIBA



Comentarios


bottom of page